Uruguai é líder em cruzeiros na América Latina

26/09/2019 10:09 • Indústria Naval
Punta Del Este, Maldonado, Uruguay – december 30, 2010.

Liderança latino-americana do Uruguai é potencializada por premiações, investimentos em portos, crescimento no número de turistas brasileiros e assiduidade das armadoras nas temporadas do vizinho

Lideres do setor de cruzeiros como Costa Cruzeiros, Clia Brasil e Ministério de Turismo do  Uruguai se reúnem na ABAV para contar as novidades para próximas temporadas

O Vice-Ministro de Turismo do Uruguai, Benjamin Liberoff, junto a Marco Ferraz – presidente da CLIA Brasil, e Dario Rustico – presidente executivo da Costa Cruzeiros, se reuniram ontem (25 de setembro) no Stand do Uruguai –  Uruguay Natural, na ABAV Expo, para contar à imprensa as novidades para as próximas temporadas no Uruguai, os avanços no setor latino-americano, aumento de brasileiros como cruzeiristas e próximos passos. Além disso, Benjamin Liberoff anunciou a liderança do país em cruzeiros na América Latina, ressaltando a importância de parceiros como Costa Cruzeiros e Clia Brasil. 

Viajar de cruzeiro é aproveitar a experiência de uma cidade flutuante, onde entretenimento, luxo e o melhor da gastronomia se unem. Atualmente, a indústria global de cruzeiros é um dos setores turísticos de maior e ágil crescimento. Os países líderes nessa tendência estão atraindo cada vez mais investimentos, e tudo isso porque possuem em suas costas belos cenários e lugares históricos cheios de simbolismo cultural e entretenimento. Tudo o que uma viagem de cruzeiro pede o Uruguai tem. 

Países da América do Sul assumiram grande relevância no setor. A exemplo está o vizinho atuante dentro dos circuitos sul-americanos mais famosos, suas rotas podem durar até 59 dias, partindo de Miami, Rio de Janeiro, Montevidéu, Buenos Aires, Santiago, Trinidad, Barbados, e voltando a Miami. Ou apenas 9 dias saindo de Buenos Aires, Punta del Este, Ilhabella, Búzios, Rio de Janeiro, retornando a Buenos Aires. “A nossa multifuncionalidade turística nos transformou no líder latino-americano do setor “diz Benjamin Liberoff.

Cada vez mais esse pequeno gigante vem se tornando pioneiro na área. Os investimentos acima de 7 milhões de dólares em infraestrutura e promoção de seus portos o fizeram  o melhor em experiência dentro das rotas sul-americanas, destacadas por seu luxo e paradas nos melhores balneários de Punta del Este ou rotas para desfrutar de seus vinhedos e vinícolas, que oferecem o melhor do Tannat e da gastronomia, a apenas 25 minutos da cidade trouxeram aos portos de Montevidéu e Punta del Este, na última temporada, 146 cruzeiros, 4,3% a mais que na temporada passada, dos quais 256.225 passageiros desembarcaram, 5,7% superior ao anterior, com uma despesa de US $ 9.556.485 (24,4% a mais).

Com a vanguarda que o caracteriza e a consciência social, os portos uruguaios obtiveram diferentes certificações, como o “Ecoports – porto verde, pelo auditor independente Llyod’s Register”, da Holanda, que homenageia os portos com as melhores características ambientais, desenvolvendo suas atividades com cuidadoso preservar do meio ambiente, por meio de boas práticas.

Da mesma forma, os portos uruguaios ganharam o premiado “World Travel Awards” – conhecido como “Oscar” das viagens – que posicionam o Uruguai como líder na região e no mundo com o reconhecimento do “principal destino de cruzeiros da América do Sul” em 2019 e o principal porto de cruzeiros da América do Sul 2019”.  Segundo dados divulgados pelo Ministério de Turismo do Uruguai, na temporada de cruzeiros de 2018/2019 mais de 50 mil brasileiros desembarcaram em Montevidéu de um total de pouco mais de 141 mil cruzeiristas. O brasileiro é o turista mais frequente nos portos do vizinho, com representatividade de 36%. Logo vem os argentinos com 26,5%, em terceiro estão os norte-americanos, com mais de 16%.

“O Uruguai, Argentina e Brasil formam um roteiro importante para a América do Sul e que temos que buscar juntos condições competitivas para atração de mais Navios para a região”, diz Marco Ferraz, presidente da CLIA Brasil. A Cruise Lines International Association (CLIAl) em relatório divulgado no primeiro semestre de 2019, que analisa o perfil de cruzeiristas em todo o mundo, destaca que 510 mil brasileiros embarcaram em navios de cruzeiros para fora do país, 315 mil viajantes saíram do Brasil a bordo com destino pela América do Sul, e 111 mil cruzeiristas para o Caribe, número 15% superior ao ano de 2017.

Segundo a presidência, espera-se que no próximo ano as chegadas dos navios de cruzeiro cresçam cerca de 35% e que, entre 2019/2020, haja um aumento significativo em Montevidéu, com 140 paradas em terra, e em Punta del Este com aproximadamente 60 escalas. 


COSTA CRUZEIROS

A Costa Cruzeiros tem uma operação consolidada no Uruguai. O país está na rota da companhia marítima na América do Sul há onze anos e, para a próxima temporada de cruzeiros, a capital uruguaia, Montevidéu, será um dos grandes destinos para os hóspedes brasileiros visitarem. Entre dezembro de 2019 e abril de 2020, as viagens a bordo dos navios Costa Fascinosa e Costa Pacifica percorrerão a região do Prata, incluindo a cidade de Montevidéu. 

“A América do Sul é um mercado estratégico para a Costa Cruzeiros. Nesta temporada 2019/2020 teremos 22 dias adicionais de operação na região. Serão 22 escalas no Uruguai, país que agrega muito valor a nossos roteiros”, comemora Dario Rustico, presidente executivo da Costa Cruzeiros para a América do Sul e Central.

Com embarques de Santos, o navio Costa Fascinosa terá seis roteiros para a região do Prata. Com oito noites de duração, as viagens permitirão aos hóspedes passarem um dia inteiro conhecendo as belezas da capital uruguaia. As escalas programadas para Montevidéu acontecerão nos dias 16 e 30 de janeiro; 13 de fevereiro; 3 e 28 de março; e 11 de abril de 2020. 

O navio Costa Pacifica, por sua vezrealizará cruzeiros pela região do Prata, com embarques do Rio de Janeiro, Buenos Aires e de Montevidéu. O itinerário do navio também inclui escalas em Búzios, Ilha Grande e Ilhabela. Ao todo, treze escalas e dez embarques estão programados em Montevidéu. O navio Costa Pacifica estará na cidade nos dias 11, 14, 22 e 26 de dezembro; 3, 11, 19 e 27 de janeiro; nos dias 4, 12, 20 e 27 de fevereiro de 2020 e no dia 03 de março de 2020.

Para a temporada 2020/2021 na América do Sul, Montevidéu segue como um dos portos de embarque e de escala para os cruzeiros da Costa. A companhia marítima terá, ao todo, três navios – Costa Luminosa, Costa Fascinosa e Costa Pacifica –  viajando pelos mais belos destinos brasileiros e pelas capitais argentina (Buenos Aires) e uruguaia (Montevidéu) em roteiros de três a nove noites.

Serão 28 escalas no Uruguai, sendo que em 21 o porto de Montevidéu servirá para embarques.

“A vinda do Costa Luminosa na temporada 2020/2021 reflete o compromisso da Costa em seguir investindo estrategicamente na América do Sul e Uruguai. É um mercado com um grande potencial de crescimento, principalmente em número de viajantes. Vamos buscar gradativamente aumentar a nossa capacidade na região, e ter um destino como Montevidéu em nossos itinerários é um diferencial importante”, completa Dario Rustico.   

         Sobre a CLIA Brasil  

A CLIA Brasil (Associação Brasileira de Cruzeiros Marítimos) é um dos 15 escritórios mundiais da Cruise Lines International Association, voz unificada e principal autoridade da comunidade global de Cruzeiros Marítimos.

A missão da CLIA é apoiar políticas e práticas que promovam um ambiente seguro, saudável e sustentável nos navios de Cruzeiros para os mais de 23 milhões de passageiros que viajam anualmente, bem como promover a experiência de viagem dos cruzeiros.

Seus membros, comprometidos com o continuado sucesso da indústria de cruzeiros, estão compreendidos entre as linhas mais prestigiadas do mundo em Cruzeiros Marítimos, Fluviais e de Especialidades; uma comunidade de agentes de viagens altamente treinados e certificados; e outros parceiros da indústria de cruzeiros, incluindo portos, destinos, desenvolvedores de navios, fornecedores, prestadores de serviços e operadores de viagens.

Da esquerda para direita Marco Ferraz Benjamin Liberoff e Dario Rustico