Sábado, 24 de julho de 2021
Equipamento que gera energia por meio das ondas do mar será instalado em Suape

Protótipo da empresa Wave Water Works foi doado ao Instituto, em cerimônia online, nesta quarta-feira

Um equipamento capaz de gerar energia através do movimento das ondas, sem uso de nenhum combustível e sem emissão de gases de efeito estufa, será desenvolvido nas águas do mar do Porto de Suape, a partir deste semestre. Patenteado pela empresa americana Wave Water Works, o protótipo do Oscillo Drive foi doado ao Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de Pernambuco (IFPE), em evento virtual, na tarde desta quarta-feira (31). É o primeiro uso do equipamento de forma física no mundo.

A doação do Oscillo Drive tem o intuito de possibilitar a ampliação do conhecimento na área e complementar seu desenvolvimento com pesquisadores locais, fomentando a qualificação de profissionais na área de energias renováveis e o desenvolvimento de energias limpas. O equipamento converte as rotações no sentido horário e anti-horário num único sentido de rotação. Com a rotação uniformizada, o eixo está conectado a um gerador elétrico, que poderá gerar energia elétrica para o que for necessário.

O professor da IFPE Héber Cláudios explicou que há inúmeras possibilidades de se trabalhar pesquisas com o Oscillo, como acionar máquinas motrizes, bombas, fazer irrigação e até dessalinizar água, além de gerar eletricidade em rede. “Ele tem capacidade de escalabilidade, pode se conectar com energia solar e dos ventos. Desastres podem ser mitigados através de tecnologias como essa, ilhas poderão ter melhor condição de vida. Seguimos no caminho da energia universal. De uma energia renovável, infinita, limpa”, pontuou.

Suape dará apoio logístico às equipes para instalação do Oscillo e durante as pesquisas. “Esse protótipo vai nos dar oportunidade de fazermos pesquisas não só na costa pernambucana, mas brasileira e estamos muito contentes em ver a logomarca Suape nesse projeto e a possibilidade de sermos pioneiros nessa área entre os portos públicos do Brasil”, comemorou o diretor de Meio Ambiente e Sustentabilidade de Suape, Carlos Cavalcanti. O gestor informou que Suape tem avançado nos investimentos em energia limpa e está em oitavo lugar, entre os portos públicos, no Índice de Desenvolvimento Ambiental (IDA), posição que deve ser impactada positivamente com o equipamento.

Por meio de vídeo, o proprietário da Wave Water Works, Phil Padula, pediu que os pesquisadores apurem a potencialidade do dispositivo para novos negócios, falou do desafio de substituir as fontes poluentes de energia pela tecnologia verde e da animação em ver as novas gerações preocupadas com o meio ambiente. E agradecendo ao Governo de Pernambuco, IFPE e demais parceiros, disse que essa é “uma aliança comprometida em tornar o mundo melhor e mais limpo”.

O CEO da empresa, Chuck Keys, informou que há muitos países interessados na tecnologia, afirmou estar ansioso para ver novos produtos surgirem a partir do protótipo e disse que eles vão estimular negócios e gerar empregos, além de reduzir drasticamente o uso de fontes insustentáveis de energia. Já a cônsul americana Catherine Griffith observou que o projeto é exemplo de inovação e energia limpa e torceu para que mais mulheres atuem na área de tecnologia para criar o mundo do futuro.

Também participaram do evento o pró-reitor de Pesquisa, Pós-graudação e Inovação da IFPE, Mário Antônio Alves Monteiro; o diretor de Pesquisa e Desenvolvimento da Wave Water Works, Hugo Pimentel; os secretários de Ciência, Tecnologia e Inovação do Estado, Lucas Ramos e de Meio Ambiente, Antônio Bertotti. Todos destacaram o orgulho em colaborar com um projeto tão propositivo para o mundo.

TAGS: Suape

https://www.revistaintermarket.com.br/equipamento-que-gera-energia-por-meio-das-ondas-do-mar-sera-instalado-em-suape/