Sábado, 24 de julho de 2021
Empresas precisarão credenciar trabalhadores para acesso ao Porto de Vitória

Com o início do funcionamento das portarias tecnológicas no Porto de Vitória, que integram o Projeto de Cadeia Logística Portuária Inteligente – CLPI (Portolog), o acesso às dependências do Porto Organizado de Vitória exigirá registro por meio de crachás credenciados pela Autoridade Portuária, especialmente na margem Vila Velha, área que abriga diversos terminais portuários. Assim, até a próxima sexta-feira (26), empresas e terminais precisam cadastrar funcionários e motoristas no site da CODESA (www.codesa.gov.br), e os crachás atuais de uso devem ser encaminhados ao setor de credenciamento, situado na Portaria Avançada de Capuaba para validação.

Os crachás de acesso devem atender aos seguintes requisitos: tipo PVC Smart Card 1k de memória, 88X54mm; nome completo, números de CPF e RG, nome da empresa e foto 3×4. Mais informações pelos contatos: 9.9771-6031 e 3369-4139. A Coordenação de Segurança Portuária (COSNIP) é responsável pelo controle de acesso de pessoas e veículos ao Porto de Vitória, sendo o setor de credenciamento vinculado à Cosnip.

Mais informações:

  • Todos os crachás atualmente utilizados para acessar à CODESA (Cais de Paul/Gusa, Cais Comercial de Vitória e Cais de Capuaba) permanecem válidos e estão habilitados nas portarias do CLPI, portanto, não necessitam de substituição;
  • Não existe nenhuma empresa de confecção de crachás credenciada à CODESA para fornecer crachás ou TAG’s. Assim, o usuário tem liberdade para escolher a empresa em que fará o novo crachá, devendo apenas observar os padrões estabelecidos;
  • Não é necessário adquirir TAG com a finalidade de liberar acesso às novas portarias;
  • Todas as informações referentes ao cadastramento e credenciamento estão disponíveis no site da CODESA;
  • O e-mail para informações é o credenciamento@codesa.gov.br.

Portolog

O Portolog é uma iniciativa do Ministério da Infraestrutura e visa acabar com um dos gargalos rodoviários, da cadeia logística portuária do país: as filas de caminhões nos acessos aos portos, tanto para carga quanto para descarga, o que prejudica não apenas a eficiência portuária, como também a vida nas cidades e as rodovias de acesso aos portos. Com o Portolog, reúne-se todas as informações necessárias à gestão da cadeia logística, agilizando a entrada de veículos nos portos e disponibilizando informações à comunidade portuária de forma organizada e antecipada.

No Porto de Vitória, as portarias de Vitória e de Capuaba, em Vila Velha, ganharam novos equipamentos que vão permitir gerenciar o tráfego de caminhões e de pessoas que acessam às dependências do porto: rádio frequência; reconhecimento óptico de caracteres para detecção automática das placas dos veículos; código do contêiner e identificação do motorista por meio de crachá de acesso.

Fonte:
https://www.revistaintermarket.com.br/empresas-precisarao-credenciar-trabalhadores-para-acesso-ao-porto-de-vitoria/