Rio sediará o mais importante evento de energia do hidrogênio do planeta

Pela primeira vez no Brasil, a 22ª Conferência Mundial de Energia do Hidrogênio (WHEC 2018) reunirá cientistas, representantes de governos e indústrias mundiais

O Rio de Janeiro receberá, de 17 a 22 de junho, a 22ª Conferência Mundial de Energia do Hidrogênio (WHEC 2018). Esta é a primeira vez que evento mais relevante sobre o assunto será realizado no Brasil. Durante o encontro, serão discutidas as mais promissoras tecnologias sustentáveis do planeta. Cerca de 800 participantes, de 50 países, entre acadêmicos, pesquisadores e representantes de governos e indústrias mundiais vão mostrar os investimentos que as sociedades mais avançadas já estão fazendo rumo à transição energética sustentável.

A WHEC acontece desde 1976, a cada dois anos, sem interrupção. Esta edição, cujo tema será “Transformação de biomassas e de energia elétrica em hidrogênio”, será presidida pelo coordenador do Laboratório de Hidrogênio (LabH2) da Coppe/UFRJ e presidente da Associação Brasileira de Hidrogênio (ABH2), professor Paulo Emílio de Miranda. Para Miranda, o consumo de hidrogênio pela sociedade vai aumentar exponencialmente.

“O hidrogênio já é utilizado em larga escala, hoje, em indústrias como a química, a metal-mecânica, a alimentícia, a de petróleo. Entretanto, a produção e o consumo de hidrogênio vão aumentar exponencialmente por causa do uso energético que se fará dele”, adianta Miranda, lembrando que o LabH2, coordenado por ele, já lançou a terceira geração do protótipo do ônibus movido a hidrogênio, que está pronto para ser adotado pelo mercado.

A WHEC acontece 26 anos depois de o Rio de Janeiro sediar a Conferência das Nações Unidas sobre Meio Ambiente e Desenvolvimento (Rio 92) em que foram discutidos desenvolvimento sustentável e diretrizes para o século XXI. Durante o evento, além das apresentações dos palestrantes, sempre na parte da manhã, serão realizados eventos também no turno da tarde como oficinas, encontros técnicos e comerciais, workshops e eventos paralelos, como o Simpósio Mundial de Bioenergia (WBS), na segunda-feira, dia 18, e na terça-feira, dia 19.

Paralelamente ao evento, será realizada a Feira Tecnológica, com estandes de expositores e patrocinadores, em que os participantes terão oportunidade de conhecer algumas das tecnologias discutidas durante o congresso de forma prática.

WHEC no Brasil

O Brasil tem lugar de destaque no uso de energias renováveis, com mais de 43% da sua matriz energética, enquanto a média mundial é de 13,5%. Isso graças à energia elétrica proveniente majoritariamente de fonte hidráulica, ao crescente uso de outras alternativas renováveis, tais como as energias eólica e solar, e ainda pelo uso de derivados da cana de açúcar em larga escala.

A conferência é uma oportunidade para as comunidades internacionais e brasileiras fortalecerem seus esforços em prol da sustentabilidade. A disseminação do conhecimento sobre a energia do hidrogênio fomentará o interesse por novas atividades científicas e tecnológicas. Além disso, o tamanho e as características da indústria brasileira e seus mercados oferecem excelentes oportunidades para parcerias globais que podem apoiar a introdução de novas tecnologias em escala comercial.

Sobre a WHEC

A World Hydrogen Energy Conference (WHEC) é o encontro mundial mais importante no campo de energia de hidrogênio e pilhas a combustível. Realizado a cada dois anos, é uma iniciativa da Associação Internacional de Energia de Hidrogênio (IAHE), que reúne mais de 800 participantes de 50 países. A conferência é uma oportunidade para participantes expositores e patrocinadores trocarem informações científicas e de mercado com líderes globais em negócios, governos e comunidades científicas.

A WHEC 2018 conta com o patrocínio oficial do Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações, com o patrocínio master da Itaipu Binacional, e com o patrocínio gold das empresas  Eletrobras, Mercedes-Benz do Brasil, Petrobras e Toyota do Brasil, entre outras empresas brasileiras e internacionais que contribuíram nas demais categorias e estarão presentes na exposição tecnológica, apresentando os mais recentes desenvolvimentos das tecnologias do hidrogênio e de pilha a combustível.

Serviço

22ª Conferência Mundial de Energia do Hidrogênio

De 17 a 22 de Junho de 2018

Centro de Convenções do Hotel Windsor Barra

Av. Lúcio Costa, 2630 – Barra da Tijuca

https://www.whec2018.com/

Credenciamento para a imprensa (Atenção: até 15/06/2018)

Email: aline@whec2018.com

Programação

 Domingo, 17/06

14h às 16h30 – Credenciamento para os participantes.

Segunda-feira, 18/06

9h – Abertura

9h20 – “Hidrogênio e Energia Renovável no Brasil”, Mauricio Tolmasquim (Universidade Federal do Rio de Janeiro – UFRJ)

9h45 – “Iniciativas de Itaipu em energias renováveis ​​para o desenvolvimento sustentável da região Oeste do Paraná”, Paulo Afonso Schmidt (Itaipu Binacional)

10h05 – “Mercado e Comercialização de Tecnologias de Hidrogênio e Pilhas a Combustível”, Philipp Schiemer (Mercedes-Benz do Brasil)

10h30 – Coffee Break

11h – “Políticas para a criação da Sociedade do Hidrogênio”, Yoshihiro Mizutani (Ministério do Meio Ambiente do Japão)

11h20 – “Hidrogênio natural: como a geologia acelerará a transição do hidrogênio”, Alain Prinzhofer (GEO4U, Rio de Janeiro)

11h45 – “Pilhas a combustível – de experimentos a tecnologias prontas para o mercado”, Danny Epp (Ex-Gerente de Desenvolvimento e Produto, Ballard Power Systems, Canadá)

12h05 – “Tecnologia e Perspectivas de Aplicação Futura de Pilhas a Combustível de Óxido Sólido”, Nguyen Minh (Centro de Pesquisas Energéticas, Universidade da Califórnia, San Diego, Estados Unidos)

Terça-feira, 19/06

9h – “Desafios atuais da introdução efetiva de tecnologias de hidrogênio e pilhas a combustível nos mercados mundiais”, Robert Steinberger-Wilckens (University of Birmingham, United Kingdom)

9h20 – “Avanços e desafios para armazenar hidrogênio”, Walter Botta (Departamento de Engenharia de Materiais da Universidade Federal de São Carlos)

9h35 – “Aplicações Comerciais de Hidrogênio”, Donald L. Anton (Savannah River National Laboratory)

9h55 – “Perspectivas da Indian Oil sobre o hidrogênio como combustível do futuro”, Sri Venkata Ramakumar (IndianOil, Índia)

10h15 – “Estado atual do desenvolvimento de veículos elétricos com pilhas a combustível da Hyundai”, Kookil Han (Hyundai, Coreia)

Quarta-feira, 20/06

9h – “Política e atividades atuais do Japão em relação à sociedade baseada no hidrogênio”, Eiji Ohira (New Energy and Technology Development Organization, Japão)

9h20 – “Transformando pilhas a combustível e hidrogênio em uma realidade quotidiana: o programa europeu FCH JU”, Bart Biebuyck (Fuel Cells and Hydrogen Joint Undertaking, Bélgica)

9h35 – “Departamento de Energia dos EUA, Hidrogênio e Tecnologia de Pilha a Combustível”, Sunita Satyapal (Department of Energy (DOE), United States of America)

9h55 – “O que há de mais recente em desenvolvimento de energia de hidrogênio na China“, Wen Ling (Nicenergy, China)

10h15 – “Roteiros para hidrogênio e pilhas a combustível: longo e sinuoso ou existem atalhos?”, David Hart (E4tech, Suíça)

10h30 – Coffee break

11h – “O Conselho do Hidrogênio”, Guillaume De Smedt (Air Liquide / Conselho do Hidrogênio, França)

11h15 – “Energia Elétrica para Hidrogênio”, Paul Lucchese (International Energy Agency (IEA))

11h30 – Mesa redonda: Conselho do Hidrogênio e Agência Internacional de Energia, IEA-Hidrogênio – “O Papel do Hidrogênio nas Políticas Energéticas”

Quinta-feira, 21/06

9h – “A próxima fase do Programa Nacional de Inovação para Tecnologias de Hidrogênio e Pilhas a Combustível na Alemanha”, Klaus Bonhoff (National Organization Hydrogen and Fuel Cell Technology (NOW, Alemanha)

9h20 – “Produção de Hidrogênio por Eletrólise”, Darryl Wilson (Hydrogenics Corporation, Canadá)

9h35 – “Hidrogênio: o principal protagonista entre as energias renováveis ​​e o desenvolvimento sustentável. Projetos em andamento da HYCHICO”, Ricardo Ariel Pérez (Hychico S.A., Argentina)

9h55 O hidrogênio será chave em qualquer estratégia para sistemas de energias renováveis”, Detlef Stolten (Centro de Pesquisas de Jülich, Alemanha)

10h15 – “Sociedade do Hidrogênio“, Edson Orikassa (Toyota, Brasil)

Sexta-feira, 22/06

– Dia de visitas técnicas para participantes credenciados no evento