Porto Digital pode receber mais de R$ 60 milhões em investimentos

O Porto Digital anunciou, nesta sexta-feira (28), a expectativa de ter R$ 60,5 milhões destinados ao parque tecnológico através de emendas parlamentares. O orçamento tem como objetivo auxiliar no desenvolvimento de estratégias e projetos para o período entre 2017 e 2025, quando a geração de receita do Porto deve chegar a R$ 2,5 bilhões.

A maior parte do valor – R$ 60 milhões – faz parte de uma emenda de bancada à Lei de Diretrizes Orçamentárias de 2017 propostas pelos deputados André de Paula (PSD), Betinho Gomes (PSDB) e Daniel Coelho (PSDB). Os outros R$ 500 mil foram destinados pela deputada Luciana Santos (PC do B) por meio de emenda individual com objetivo de desenvolver uma ação de empoderamento feminino na área de Tecnologias da Informação e Comunicação (TIC).

O orçamento de R$ 60 milhões prevê oito eixos de atuação, com criação de novos empreendimentos no parque tecnológico, ações de interiorização, desenvolvimento de tecnologias para a promoção do bem estar das cidades e das pessoas, qualificação de capital humano, projetos de cooperação tecnológica com universidades e empresas, estudos e pesquisas da economia digital em Pernambuco, ampliação da infraestrutura mobiliária e o aperfeiçoamento da gestão institucional e promoção do Porto Digital.

Até 2025, o parque tecnológico pretende desenvolver 26 projetos com focos como interiorização do porto e incremento da atividade empreendedora. Os projetos têm potencial para gerar 12 mil empregos em TIC e economia criativa, para se juntar aos cerca de 8 mil atualmente. A geração de receita com o Porto no período é estimada em R$ 2,5 bilhões por ano por volta de 2025.

Folha de Pernambuco