Petrobras pretende reunir interessados no terminal de GNL de Pecém

O presidente da Petrobras, Pedro Parente, pretende reunir investidores interessados em adquirir participação no terminal de regaseificação de gás natural liquefeito (GNL) de Pecém, no Ceará. A companhia iniciou no ano passado o processo competitivo para a venda do terminal cearense. A intenção do executivo é apresentar aos investidores o programa de parcerias e desinvestimentos da estatal no Estado, segundo informação da Agência Petrobras.

Parente tratou do assunto em reunião com o governador do Ceará, Camilo Santana, na terça-feira, na sede da petroleira, no Rio. Na ocasião, o Santana informou ao presidente da Petrobras que várias empresas entraram em contato com o governo estadual manifestando interesse em analisar o potencial dos ativos.

Segundo a empresa, também participaram do encontro o diretor de abastecimento da companhia, Jorge Celestino, o secretário de desenvolvimento econômico do Ceará, César Ribeiro, o secretário de relações internacionais do Estado, Antônio Bahlmann, e o presidente da Cearáportos, Danilo Serpa.

O terminal de Pecém tem capacidade para regaseificar até sete milhões de metros cúbicos diários de gás natural.

Valor Economico