Petrobras arrecada US$ 470 mi com conclusão da venda de ativos no Chile

A Petrobras informou que concluiu nesta quarta-feira a operação de venda de 100% de seus ativos no Chile – Petrobras Chile Distribuición Ltda (PCD) – para a Southern Cross Group, no valor total de US$ 470 milhões (cerca de R$ 1,5 bilhão). Do total a ser pago de acordo com a Petrobras, US$ 90 milhões foram oriundos da distribuição de dividendos líquidos de impostos da PCD, ocorrida em 9 de dezembro de 2016, e os demais US$ 380 milhões foram pagos pela Southern Cross Group.

O negócio foi assinado em julho do ano passado e segundo a Petrobras, o valor ainda está sujeito a ajustes finais. A PCD é uma empresa de distribuição de combustíveis da Petrobras no Chile e conta com 279 postos de serviços, uma fábrica de lubrificantes, oito terminais de distribuição, operações em 11 aeroportos e participação em duas empresas de logística. A Petrobras explicou que a operação também inclui o licenciamento das marcas Petrobras e Lubrax, por um período de oito anos, podendo ser renovado.

Petrobras vende a “Pasadena japonesa” por US$ 165 mi, após perdas de US$ 1,9 bi
Leia a matéria completa veja também
Petrobras, Heineken e outras 13 empresas com oportunidades para novos talentosJustiça suspende a venda da BR Distribuidora
A Southern Cross Group é um fundo de Private Equity, com US$ 2,9 bilhões em ativos sob gestão, e foco em investimentos na América Latina, em empresas nos setores industriais, de serviços, logística e de produtos de consumo.

A venda dos ativos no Chile fez parte do programa de desinvestimentos da Petrobras para o período 2014/16 que atingiu US$ 13,6 bilhões, abaixo da meta que era de US$ 15,1 bilhões. A Petrobras se justificou no fim do ano passado que só não conseguiu atingir a meta por conta de uma liminar na Justiça de Sergipe suspendeu as negociações para a venda dos campos de Tartaruga Verde e Baúna para a empresa Karoon Gas australia. Por conta disso, a companhia passou essa operação para a meta de desinvestimentos de 2017/18 que passou de US$ 19,5 bilhões para US$ 21 bilhões.

Gazeta do Povo

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *