Ministro de Portos sinaliza positivamente para o porto do Recife

O presidente do Porto do Recife, Flavio Gouveia, se reuniu com o Ministro dos Transportes, Portos e Aviação Civil, Maurício Quintella, na tarde desta quinta-feira (09.6) em Brasília. No encontro, Flávio Gouveia destacou a importância de incluir o Projeto de Ampliação e Dragagem do Porto do Recife no Programa Nacional de Dragagem 2 (PND2).

O projeto do ancoradouro recifense contempla obras para readequação das bacias de manobra, implantação de fossos de retenção de assoreamento – para diminuir as restrições operacionais do porto e aumentar a sua capacidade comercial na atração de novos negócios e balizamento dos canais de acesso, promovendo maior segurança à navegação. Os estudos foram desenvolvidos pelo Instituto Nacional de Pesquisas Hidroviárias (INPH), ligado diretamente à Secretaria dos Portos; o volume a ser dragado no Porto é de 5.109.277m³ e o valor total previsto para a obra é de 170 milhões de reais.

Dentro do PND2, os portos de Rio Grande (RS), Panaguá (PR), Santos (SP) e Rio de Janeiro já estão com as obras de dragagem contempladas e os contratos assinados. Os portos de Maceió (AL) e Fortaleza (CE) estão com os processos de licitação da dragagem em andamento.

O outro pleito de Gouveia foi o de conseguir recursos para a obra de Ampliação da Dragagem dos Cais 07 ao 10 que está diretamente relacionada ao Terminal Marítimo de Passageiros. A obra foi licitada em 2013 e o contrato assinado no mesmo ano. Uma emenda de bancada garantiu uma verba de R$ 80 milhões na Lei Orçamentária Anual de 2016.

Segundo Maurício Quintella, esse governo chega com uma característica diferente do anterior. [UTF-8?]“Queremos melhorar a transparência do marco regulatório e garantir segurança jurídica para viabilizar os investimentos dos portos. Com o Ministério dos Transportes respondendo também pelos portos e aviação civil, o Brasil vai voltar a pensar nos modais de forma integrada”?, ressaltou.

Em relação especificamente ao Porto do Recife, o ministro destacou a importância do leilão do Terminal Marítimo de Passageiros que será realizado no próximo dia 31 de agosto. Vamos nos esforçar para viabilizar o projeto de ampliação do cais 07 ao cais 10, o que certamente beneficiará o leilão do Terminal que está em [UTF-8?]cursoâ€?.

O presidente do Porto do Recife, Flávio Gouveia, que assumiu a gestão do ancoradouro há 10 dias, saiu bastante otimista da sua primeira reunião em Brasília. [UTF-8?]“O ministro entendeu a urgência e recebeu muito bem os pleitos, comprometendo-se, pessoalmente, em tentar destravar os recursos e viabilizar as obras. A ampliação do cais 07 ao 10 e a dragagem são fundamentais para que o Porto do Recife retome grandes operações, atraia novos tipos de carga e mantenha a qualidade no atendimento aos turistas de cruzeiro”, frisou.

EM TEMPO: O Programa Nacional de Dragagem 2 (PND2) foi lançado em 2012 pela Presidência da República. Integra o Programa de Investimento em Logística-Portos (PIL-Portos) e prevê o aprofundamento e posterior manutenção das profundidades atingidas nos canais de acesso, bacia de evolução e, também dos berços, em contratos de longo prazo e possibilidade de contratação em blocos, para garantir o ganho de escala. Estão previstos R$ 3,8 bilhões de investimento em dragagem de manutenção até 2025, em diferentes portos do país.

Diario de Pernambuco,PE