Importação e cabotagem são destaques do Tecon Salvador no primeiro quadrimestre de 2017

No Terminal de Contêineres do Porto de Salvador, operado pelo Grupo Wilson Sons, as importações registraram um aumento de 27% no acumulado de janeiro a abril de 2017, em relação a igual período do ano passado. O resultado foi impulsionado, em grande parte, pelo segmento de energia solar, que apresentou crescimento recorde de mais de 300% nos quatros primeiros meses do ano, comparado com janeiro a abril de 2016.

Este ano, o Tecon Salvador já movimentou 3.762 TEUs em cargas do setor de energia solar. O terminal vem recebendo equipamentos destinados, principalmente, aos parques solares localizados na Bahia e no Rio Grande do Norte.

Nas importações de janeiro a abril, comparando o mesmo período de 2016, também se destaca a retomada do crescimento de cargas do setor automotivo (peças de montagem), que teve alta de 11%. Também registraram aumento os segmentos de fertilizantes (+68%), plásticos e derivados (+22%), químicos e petroquímicos (+20%) e polímeros (+18%).

Já a cabotagem apresentou incremento de 15% nos primeiros quatro meses do ano, em relação a igual período de 2016, com destaque para a Construção Civil (+320%). Na descarga, os principais segmentos foram: arroz (+9%), polímeros (+13%); produtos de varejo (+41%) e embalagens diversas (+91%).

Com 16 anos de atuação, o terminal é hoje uma das principais ferramentas de atração e retenção de investimentos para o estado da Bahia. Possui uma área de 118 mil m², com capacidade para movimentar 530 mil TEU por ano. Graças aos investimentos iniciados em 2000, que já totalizam R$ 300 milhões, o terminal tornou-se apto a receber os maiores navios de contêineres que escalam a Costa Leste da América do Sul, contando com aproximadamente 700 tomadas para contêineres refrigerados, além de capacidade e know-how para operar cargas de projeto. Com a ISO 9001, o Tecon Salvador recebeu, em março de 2016, a certificação internacional ISO 14001, que dá diretrizes para a implementação de um sistema de gestão ambiental.

Assessoria