Estaleiro de Cingapura inicia processo de arbitragem contra Sete Brasil

Controladora do estaleiro Jurong Aracruz, a Sembcorp Marine, de Cingapura, informou ter iniciado processo de arbitragem contra a empresa de sondas Sete Brasil, que deve dar entrada no processo de recuperação judicial ainda esta semana. O Jurong tem contrato para construir sete sondas para a companhia brasileira.

Em nota publicada em seu site, a Sembcorp diz que o processo de arbitragem tem como objetivo “preservar os interesses do grupo nos contratos com a Sete”. Em seu último balanço, a companhia lançou perdas de 329 milhões de dólares de Cingapura, o equivalente a R$ 862,27 milhões, ao câmbio desta segunda-feira (25), com esses contratos.

Na quarta-feira (20), os acionistas da Sete Brasil decidiram pelo processo de recuperação judicial. Com uma dívida estimada em R$ 17 bilhões, a companhia vem tendo dificuldades para levantar recursos para concluir as sondas.

O processo, que está sob coordenação da consultoria Alvarez&Marsal e do escritório de advocacia de Sérgio Bermudes, será protocolado esta semana, de acordo com Bermudes.

“A Sembcorp Marine continua a monitorar de perto a situação e avaliar as implicações”, disse a companhia, em comunicado publicado na sexta (22). A Sembcorp controla a Jurong Shipyards, empresa de construção naval que é a principal acionista do Jurong Aracruz.

Localizado em Aracruz (ES), o estaleiro foi viabilizado pelos contratos com a Sete Brasil. Atualmente, tem quatro obras em andamento para a empresa de sondas – a mais adiantada delas, Arpoador, com 84,76% de avanço.

Fonte: Folha de São Paulo