Empresa de desmanche de navios é autuada em Santos

Os Auditores Fiscais do Trabalho, com apoio da Polícia Federal, realizaram a Operação Desmonte na tarde desta segunda-feira (31). Os profissionais retornaram a um canteiro de desmanche de navios instalado na margem esquerda do Porto de Santos. No mês passado, os Auditores-Fiscais do Trabalho estiveram no mesmo local e encontraram uma série de irregularidades de segurança e saúde do trabalho. A obra de desmanche foi embargada e foram lavrados 24 autos de infração contra a empresa.

Segundo o auditor-fiscal Rodrigo Fuziy, a denúncia partiu do sindicato. “Falaram que havia um local de desmanche de navios com trabalhadores sem registro e também com problemas de saúde e segurança do trabalho. Na nossa fiscalização, nós confirmamos essa situação, com mais ou menos 20 trabalhadores sem registro e em condições bem precárias de segurança e higiene. Principalmente a questão do próprio acesso ao navio, que estava bem perigoso”, contou.

No entanto, a empresa continuou todas as suas atividades, descumprindo a ordem direta dos servidores federais. Os fiscais constataram desobediência do embargo pelo responsável da empresa, tendo este sido encaminhado para registro da ocorrência na Polícia Federal. O responsável afirmou que os funcionários terão suas carteiras assinadas e que vai realizar as adequações estipuladas pelo órgão público.

Os Auditores-Fiscais do Trabalho apontaram algumas melhorias na última visita, como a instalação de um banheiro e o fornecimento de uniformes. Também conversaram com os funcionários, explicando a obrigação da empresa pagar normalmente os salários durante a interrupção das atividades e de obedecer o embargo, já que eles poderiam perder a vida operando nessas condições. Por fim, a empresa será autuada pelo descumprimento da ordem dos Auditores-Fiscais do Trabalho.

Tribuna Digital