EBR encaminha plano de operações para chegada da plataforma P-74

Uma nova esperança toma conta dos trabalhadores do setor naval. Nos últimos dias, imagens da Plataforma P-74 têm sido repassadas através das redes sociais e aplicativos de mensagens instantâneas. Nas imagens divulgadas, as informações são de que a mesma está vindo em direção a São José do Norte para o Estaleiro EBR, o qual será responsável pela obra. Desde que foi deflagrada pela Polícia Federal (PF) a Operação Lava Jato, em março de 2014, um mercado de incertezas ronda o setor naval, pois a ação investiga um esquema de lavagem de dinheiro e corrupção envolvendo a Petrobras.

Na operação, a PF investiga grandes empreiteiras suspeitas de pagarem propina para executivos da estatal e para outros agentes públicos. Entretanto, com a chegada da P-74, uma nova luz surge para os trabalhadores da cidade vizinha do Rio Grande e de outras regiões. Em contato com o setor de comunicação do Estaleiro EBR, na tarde desta segunda (25), a equipe do Agora recebeu a informação de que somente a Petrobras poderia falar sobre a obra. A equipe fez contato com a assessoria da estatal, com perguntas a respeito das contratações previstas e demais informações do processo. No entanto, até o fechamento desta edição, não recebeu nenhuma confirmação sobre a possível chegada da Plataforma.

Por outro lado, conforme informações da Capitania dos Portos, o Estaleiro EBR já encaminhou para apreciação o Plano de Operações para a chegada da Plataforma. Ainda segundo dados da Capitania, nos próximos dias, a Praticagem da Barra deve encaminhar o Plano de Manobra. Após receber os planos, a Capitania dos Portos realiza a avaliação e dá o parecer favorável ou desfavorável quanto à manobra. A previsão, de acordo com informações que constam no Plano de Operações encaminhado pelo Estaleiro, é que a P-74 chegue no EBR na primeira quinzena de agosto.

Jornal Agora,RS