Cibernética no mar

Inmarsat (LSE: ISAT.L), principal provedor mundial de comunicações móveis globais por satélite, apresentou hoje seu novo serviço Fleet Secure na London International Shipping Week. O Fleet Secure é o primeiro e único serviço totalmente gerenciado do setor marítimo a detectar vulnerabilidades, reagir a ameaças e proteger os navios contra um ataque cibernético generalizado. O Fleet Secure será lançado comercialmente como uma opção padrão do premiado serviço Fleet Xpress da Inmarsat.

O Fleet Secure é um serviço de Gerenciamento Unificado de Ameaças (Unified Threat Management – UTM) e de monitoramento que promoverá a resiliência cibernética no mar, oferecendo aos armadores e gestores de navios uma transparência contínua a respeito do status de sua segurança digital, assim como uma resposta 24/7 ao crime cibernético. Através da conectividade de banda larga via satélite de alta velocidade, ele detecta ataques externos, além de proteger as redes das embarcações contra intrusões através de pen-drives USB infectados e dispositivos da tripulação conectados à LAN de bordo. O Fleet Secure integrará perfeitamente com o Fleet Xpress sem qualquer desembolso adicional em hardware e sem qualquer impacto na largura de banda contratada pelo cliente.

“O crime cibernético é uma desvantagem inevitável da economia digital, seja na terra ou no mar”, diz Peter Broadhurst, Vice-Presidente Sênior de Segurança da Inmarsat Maritime. “Outras ofertas marítimas de segurança cibernética que vimos abordam somente uma parte da ameaça ou alguns dos problemas gerenciais. O novo serviço Fleet Secure da Inmarsat oferece um monitoramento gerenciado abrangente em tempo real, proporcionando aos operadores e gestores de navios as ferramentas de segurança cibernética que necessitam para proteger continuamente suas frotas de ataques maliciosos ou malware, detectar vulnerabilidades e reagir a ameaças”.

O UTM é alimentado pela subsidiária da Singtel Trustwave, fornecedora líder mundial de soluções de segurança da informação, e está disponível em três opções de níveis de serviço. Os níveis de serviço compreendem um padrão ‘Gold’ totalmente gerenciado, com monitoramento e análise de ameaças em tempo real, incluindo notificações imediatas ao cliente sobre ameaças de segurança de alto nível de severidade acompanhadas por telefone para escalar o gerenciamento das ameaças.

O nível ‘Silver’ inclui análise diária e análise de ameaças, e o nível ‘Bronze’ permite aos usuários auto verificarem o status da rede do navio através de um portal online. O UTM combate o vírus e bloqueia o acesso a sites inseguros, isolando uma área infectada da rede para evitar que ele se espalhe a outros sistemas a bordo.

“As ameaças de ataque cibernético exigem soluções técnicas robustas, integridade da rede, suporte operacional e treinamento, além de maior conscientização do setor marítimo”, diz Broadhurst. O Fleet Secure complementa a resiliência da própria rede de satélites e terrestres da Inmarsat, permitindo a manutenção de padrões consistentes de segurança cibernética. A Inmarsat permanecerá na vanguarda do fornecimento de soluções para este desafio e apoia um grupo de trabalho conjunto criado pela Associação Internacional de Sociedades de Classificação (IACS) para formular um conjunto robusto de recomendações para a segurança cibernética no mar.

Assessoria