Aliança Navegação e Logística participa de seminário sobre Logística e Transporte de Carga em Belém (PA)

A Aliança Navegação e Logística, líder em cabotagem no Brasil, participará no próximo dia 12 de setembro do 10º Seminário Internacional de Transporte e Desenvolvimento Hidroviário Interior, no Centro de Convenções da Estação das Docas, em Belém (PA).

O evento é realizado periodicamente pela Sociedade Brasileira de Engenharia Naval (SOBENA), uma associação técnica civil que há mais de 50 anos tem como principal objetivo promover o desenvolvimento da engenharia naval e do transporte aquaviário no País.

No evento, a Aliança será representada pelo gerente nacional de vendas da cabotagem, Jaime Batista. O executivo falará sobre Logística e Transporte de carga, abordando, principalmente, as operações da empresa que envolve os portos da Amazônia, bem como as perspectivas sobre a movimentação de contêineres na região Norte.

“Estamos trabalhando intensamente a cabotagem em todas as regiões do país, em especial a região Norte onde há 2 anos iniciamos nossa atuação no Pará e Amapá, além de nossa atuação tradicional no Amazonas. Nossa oferta de serviços porta a porta, tem gerado o interesse de um número cada vez maior de empresas no elo de demandas logísticas nacionais e internacionais”, comenta Batista.

O seminário conta com a participação de projetistas, armadores, companhias de navegação, empresas de logística, pesquisadores, órgãos governamentais da área de transporte e de fomento, Marinha do Brasil, sociedades classificadoras, Universidades e estudantes. A última edição, realizada em 2015 em Manaus, contou com cerca de 350 participantes.

Serviço
10º Seminário Internacional de Transporte e Desenvolvimento Hidroviário Interior – Palestra com Jaime Batista da Aliança Navegação e Logística
Data: 12 de setembro de 2017
Horário: 15h50
Local: Centro de Convenções da Estação das Docas – Avenida Boulevard Castilho – Campina/Belém (PA)

Sobre a Aliança Navegação e Logística
A Aliança Navegação e Logística foi fundada em 1950 por Carl Fisher. Em 1998, a empresa foi adquirida pelo Grupo Oetker, também proprietário da Hamburg Süd. Em 1999, a Aliança retomou o transporte de cabotagem no Brasil, que até então era subutilizado.

Entre 2013 e 2014, a Aliança reestruturou sua frota de cabotagem com um investimento de R$ 700 milhões na compra de 6 navios porta-contêineres com capacidades que variam de 3.800 TEUs a 4.800 TEUs. Atualmente, a empresa conta com 11 navios em operação no serviço, com amplo atendimento em 15 portos de Buenos Aires até Manaus, e um total de 104 escalas mensais.

A Aliança é market leader na cabotagem e possui uma carteira de clientes que vai do arroz ao zinco, com grandes, pequenas e médias empresas e em praticamente todos os segmentos do mercado, com destaque cada vez maior para os segmentos de bens de consumo duráveis. No ano passado, a cabotagem cresceu 7% em relação a 2015 e a expectativa para este ano é manter o ritmo de crescimento. Em 2016 foram movimentados 210 mil TEUs, o que significa um incremento de 15 mil TEUs em relação ao ano anterior.

A empresa tem forte atuação no mercado externo, com 25 navios porta-contêineres que fazem a rota internacional, distribuídos em 9 serviços. Além disso, oferece o transporte de granéis (fertilizantes, grãos e minérios), onde são utilizados 8 navios com capacidade que vão de 38 mil toneladas a 45 mil toneladas.

Assessoria

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *